Home
Proctologia
Fissura Anal
Abcessos de Fissuras Anais
Hemorróidas com Laser
Condiloma
Hérnia da Virilha ou Inguinal
Hérnia Umbilical
Urológica: Fimose e Hidrocele
Local de Atendimento
Contato
Urológica: Fimose e Hidrocele
 

Fimose, freio curto e excesso de pele
Conceitualmente a fimose e uma associação entre a pele que cobre a glande (cabeça) do pênis e um anel fibrotico na parte superior do prepúcio que impede o paciente de exteriorizar a glande quando tenta puxar a pele para baixo. Essa contração fibrotica que impede a exteriorização da glande ocorre em meninos secundariamente a aderências congênitas entre a glande e o prepúcio. A fimose poderá se congênita ou adquirida. Eu tenho indicado a cirurgia para retirada da pele em excesso ou a fimose em duas situações:

Balanopostite: E uma inflamação da glande ou cabeça do pênis causada por processos irritativos ou infecciosos conseqüentes a uma higiene inadequada. Vale lembrar que o Câncer de pênis ocorre em pacientes de baixa condição social, econômica e cultural associado à higiene inadequada.

Estética: E uma indicação controversa, porem muitos pacientes não gostam do aspecto do excesso de pele que em alguns casos vai além do ápice da glande, com aspecto que alguns pacientes já definiram como umbilical.

Hipertrofia de Prepúcio:
Normalmente este termo e usado como fimose pelos pacientes. A hipertrofia e uma pele em excesso, que também cobre toda a glande, porem sem o anel, sendo possível a redução da pele e exteriorização da glande sem dificuldades. No excesso de pele o paciente devera manter uma higiene adequada da glande para que não ocorram as inflamações e irritações acima referidas que passaram a ter indicação de tratamento cirúrgico. A cirurgia realizada e semelhante à postectomia.

Freio curto:
Na parte posterior do pênis temos um pequeno ligamento que fixa a pele à glande, conhecido como frenulo ou freio do prepúcio. Este ligamento e formado por vasos e nervos. Muitos pacientes sentem dor durante a relação neste local. O pênis ao ficar ereto puxa ou estica o ligamento que por conter vasos e nervos no seu interior poderá ter como conseqüência dor intensa e sangramento local. Alguns pacientes optam pelo tratamento cirúrgico. A cirurgia chama-se Frenoplastia e realizada sob anestesia local e tem como objetivo alongar o frenulo peniano, permitindo também uma relação ser dor.

Comentário:
A Postectomia e a cirurgia para correção da fimose. É uma cirurgia que embora pareça fácil, tem seus detalhes técnicos precisos que colaboram para um excelente resultado estético e funcional. Realizado o procedimento com o laser, quase sempre com anestesia local, prima-se pela retirada adequada e suficiente de pele para que o paciente não fique com a mesma em excesso e que durante a ereção o seu estiramento ocorra de forma indolor. Os fios usados devem ser absorvíveis e o paciente avisado sobre o seu tempo de permanência para que ocorra uma cicatrização adequada. A cirurgia determinara um edema, inchaço e às vezes hematomas no pós-operatório. Para evitar essas intercorrências o cirurgião deverá ser delicado no manuseio dos tecidos, prescrever antiinflamatórios adequados e orientar para um curativo que poderá reduzir o edema local.

 
Rua Estela, 515 - Bloco B Cj. 131 - 13º andar - Cond. Ibirapuera - Central Park - São Paulo - SP - Clique e veja mapa